Loading

Marta Andrade Rodrigues

mscar78@gmail.com

Estações das nossas vidas

Sou espírito aventureiro,

Sou alma que amanhece

O dia de hoje é como o primeiro

Possuindo algo que me enriquece.

 

Meu coração derretido,

É mansidão de bravura

Tem noção do sentido

E ansiedade que perdura.

 

No silêncio do tempo

Ouço a cascata da idade

Sinto e vivo cada momento

Com muita jovialidade.

 

Sabe bem o calor do vosso abraço

O vosso olhar terno, com o qual enlaço.

 

Trocar palavras e sabedoria

Desfrutar da vossa companhia.

 

Passar Primaveras, chegar a Invernos

Sempre na companhia de amigos eternos.

 

A Primavera despertará

O sol que nos lava a alma,

E a estima será

O vento que nos acalma.       

 

O Verão da minha vida é efémero

Mas jamais vou querer o Inverno

Será melhor abraçar o Outono,

E guardar esse tempo sem dono.

 

Movem-se lágrimas atrevidas

Contendo felicidade

Estou rodeada de vidas,

E de pura amizade.