Loading

Marta Andrade Rodrigues

mscar78@gmail.com

Memórias

Brinquei muitas vezes sem nada para brincar

sorri outras tantas com pouco para contar.

 

Também chorei e muita dôr senti

Tudo o que fiz, de nada me arrependi.

 

Tive asas mas não pude voar

Senti as nuvens mas não lhes pude tocar.

 

No meu roseiral eu já me piquei

e muito aprendi do que hoje eu sei.

 

Não é que isto tudo dá que pensar?

Ai o que eu já andei e o que tenho para andar...